Textos

QUANDO O EXEMPLO VEM DE CIMA.
E, POR AQUI?
Enquanto no Brasil dorme eternamente, intocável,ou em coma profundo nas gavetas do Congresso Nacional, em Brasília,  projeto de lei para aplicar maiores e pesados impostos aos chamados “mais ricos”... Isto é por aqui. Agora, cerca de 400 milionários dos EUA – diante de medidas propostas por Trump, em favorecer supostamente a chamada classe média...-  esses os mais abonados, milionários de lá  dizem solenemente NÃO! Querem sim continuar pagando impostos, regularmente.Imaginem isso por aqui.(Muito embora o grande empresariado e todos indistintamente acham que o Brasil é -absurdamente o País com infinitas e escorchantes cargas tributárias...).Asfixia absoluta feita pelo Estado inerte e incompetente,via governos historicamente desastrados e perdulários,para dizer o mínimo).
Agora pergunta-se: duvida-se do  “tudo o que é bom para os ESTADOS UNIDOS seria bom para o BRASIL”, conforme há tempos surgiu da boca de um político brasileiro essa expressão terrível,já num passado distante? Realmente essa manifestação estapafúrdia não se adequa ao nosso País.
Agora, 400 maiores milionários de lá querem contribuir com seus compatriotas, ao afirmarem: “não baixem os impostos”, (parece até um absurdo)eis que esse (projeto) seria contra eles próprios...Uma medida de corte na própria carne dos endinheirados. ESTES NÃO ACEITAM A PROPOSTA DE TRUMP. Chamaríamos isso de negação de um privilégio... A todos nós daqui parece bem estranho,mas é verdade!
A carta-manifestação é liderada por Georges Soro, Steven Rockefeller, Bem Cohen, Jerry Greenfield, Ellen Fischer e mais de 5% dos ricaços que não apoiam o que o presidente Trump proclama- sob a vã argumentação de que a “genial” idéia iria favorecer a redução de impostos que paga a chamada classe média norte-americana e está tal projeto sendo discutido agora no Congresso em Washington, dentro de uma proposta de reforma tributária, sob a alegação  : “gerar maior competitividade entre as empresas”.
Segundo esse documento dos magnatas,via “Organização Responsável” alega-se que : “as empresas norte-americanas registram lucros recordes e que os milionários não precisam mais de dinheiro”...
Contrariando Trump entendem que estão dispostos sim a aceitar impostos mais altos se o dinheiro for investido na educação, fiscalização e infraestrutura ou se houver incremento aos programas de saúde pública destinadas aos mais pobres... Magnânimos,pois.
Por outro lado, ou seja no Brasil, há estudos que os ricos ou mais ricos, aumentarão suas fortunas até 2020 em 80% ...ou seja, os que estão abaixo do topo da pirâmide continuarão no mesmo “status quo” e jamais terão algum proveito – seja lá qualquer segmento.(Vide medida de abaixar o minguado e vergonhoso salário mínimo feito via planaltina...etc e tal)
O Brasil dá marcha-- ré. Solene e tristemente. Existe no Congresso Nacional um quadrilátero intransponível  de “representantes do povo” que fazem parte da bancada ruralista, bancada da bala e bancada evangélica e a da pqp. Em pouco tempo, tentou-se –via Jaburu- a volta da escravidão, a entrega de terras do Amazonas para mineradoras (não bastassem os clandestinos), querem-indistintamente- que não se pratique aborto,eis que o útero pertence ao Estado e não às mulheres e houve até uma ministra negra,ex-desembargadora baiana, dos chamados “DIREITOS HUMANOS” -    que em 200 páginas de protesto alegava que ao ganhar só pelo teto seus vencimentos, ou seja cerca de 34 mil reais e, não podendo acumular com a da sua aposentadoria, estávamos em regime de absoluta “escravidão”...(sic). Duzentas páginas de asneiras... 
Conclui-se que aquela ladainha de que “tudo o que for bom para os Estados Unidos será bom para o Brasil” ...TUDO ISSO É MESMO PAPO FURADO.
Analisem-se os terríveis fatos apurados até agora, via Polícia Federal, Poder Judiciário e Procuradoria Geral da República, e encontrarão exatamente os canalhas magnatas,"respeitadíssimos" políticos, ex-engravatados, caciques(coronéis) e empresários(empreiteiras e congêneres-todos proxenetas da vigarice nacional, que (provisória ou temporariamente) estão  alguns presos e até já condenados, em cadeias e penitenciárias com enormes mimos e mordomias...Coisa de outro mundo,em comparação ao sistema carcerário atual,em total desmantelamento e degradação...
Uma outra pergunta: Por quê será que os Bancos até agora não foram ainda investigados eis que ao se descobrir só 51 milhões de reais num apartamento em Salvador, de um velhaco, amigo e conselheiro do atual hóspede do Jaburu, antes da chegada da Polícia Federal haviam nos lotes etiquetas nas malas e sacos de Banco(s) e até agora não se fala mais nisso? É irrelevante? Não merece nenhuma investigação? Supõe-se que essa dinheirama não caiu do céu...apesar que na Bahia há o Nosso Senhor do Bonfim...
Sabe-se por aqui, que supostamente, qualquer transação bancária há 1(um) órgão do governo federal,via MF e Receita para investigar/acompanhar sigilosamente a movimentação de dinheiro, acima de 50 mil reais de qualquer cidadão brasileiro (CPF ou CNPJ)e, na Bahia haviam(escondidos-num bunker) só 51 milhões de reais? Interessante.
Acho que a Bahia então seria, realmente, outro País. Nada pode ser apurado, em razão da extra- territoriedade, respeitante a sua inquebrantável soberania...  
 
helion verri
Enviado por helion verri em 17/11/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr