Textos

                             DE REPENTE.
 
Gabi...surgiste de repente,
como a brisa da manhã,
antes do nascer do sol,
qual pássaro azul
dos meus sonhos juvenis,
tal qual ave és suave em seu canto
e és conhecedora das nuances da natureza.
És forte como uma onça pantaneira,
cujos olhos são de cores indefinidas...
demonstrando mistérios...mas há grandes bondades
em sua história...em sua alma.
Nada me importa agora
descobrir seu passado,
o que se foi...o que será.
O presente é tudo para mim,
minha Gabriela de fala mansa e
coração piedoso.
Sua existência é tudo e o resto nada mais
importa, senão a sua delicada presença
de uma verdadeira mulher. Tal qual deusa.
Tudo ocorreu de repente e
tudo,e tudo jamais se esquecerá.
O presente me manda
não me abandonar jamais,
nem eu,aqui e agora olvidá-la...

 
helion verri
Enviado por helion verri em 08/01/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: raneko/flickr